segunda-feira, 8 de agosto de 2011

PodQuest #26: Fumaça e Espelhos

No mais novo episódio do PodQuest, Gilliard e Fernando recebem novamente o artista de games Igor de Castilho para falar sobre a importância da Apresentação nos games de vários tamanhos e modelos de negócio. Eles discutem a produção e utilização eficaz de elementos como gráficos, som, animação, interface com o usuário, material de marketing e muito mais, na busca constante de atrair, conquistar e manter o jogador interessado no game.

Links:


Ouça diretamente no player abaixo:



Ou no link a seguir:

PodQuest #26: Fumaça e Espelhos
(botão direito, depois "salvar como" para baixar)

Ou ainda, adicione o feed e tenha todos os episódios quando quiser!
http://feeds.feedburner.com/doublejump/podquest
No iTunes, vá em "Advanced - Subscribe to Podcast" e cole o endereço acima.

Ouça e comente! Se preferir, entre em contato por e-mail em contato@thepodquest.com ou pelo Twitter em @ThePodQuest.

6 comentários:

Marcelo Martins disse...

Olá pessoal do PodQuest,

Mais uma vez, parabéns pelo excelente programa!

Sobre o Diablo e dinheiro real.

Uma coisa interessante é que agora o jogador tem mais um motivo forte para jogar o game: ganhar dinheiro! Ou seja, agora não é só o publisher que fatura legalmente com o jogo, o jogador também.

Mas concordo com vocês que isso precisa ser analisado com cuidado. O jogo precisa ser divertido, em primeiro lugar e não ser um monte de loot só para gerar microtransações. De qualquer forma, tudo que a gente falar aqui vai ser especulação. Vamos esperar o jogo sair.


Sobre o Heavy Rain com o move.

Eu quase comprava o Move só por causa do Heavy Rain. Mas nunca me convenceu muito. Eu me lembro de ter comprado o Wii Motion Plus só para jogar Virtua Tennis 2009... Os controles até funcionam bem, só que o jogo fica muito, muito difícil depois de um tempo. Acabei desistindo de usar o Motion Plus e nunca mais achei nenhum jogo que valesse a pena comprar por causa de qualquer controle de movimento.

From Dust

Gilliard, quando você terminar o From Dust, divulge aqui para a gente saber se vale a pena e se os desafios ficam mais interessantes, tudo bem?


Main Quest

Muito interessante a forma como vocês e o Igor abordaram o tema apresentação. É fato que o ícone já diz muito sobre os jogos de iOS e quando eu vejo um ícone feio, geralmente o jogo não me passa credibilidade.

Também achei o portfólio do Igor muito interessante. Desejo muito sucesso a ele!

Uma sugestão de assunto para o próximo PodQuest: comentem sobre a tecnologia de polígonos X a tal tecnologia que o pessoal da Austrália quer vender e causou a maior polêmica. Sou 100% leigo no assunto, gostaria de aprender mais sobre isso.

Ainda sobre apresentação, queria saber a opinião de vocês sobre a tão antiga guerra tecnológica dos gráficos. FPS ainda são o gênero que lidera a corrida por gráficos super realistas. Mas hoje temos alguns jogos deste gênero (Borderlands me veio à mente agora) que usam um outro estilo visual. O quão arriscado é fazer isso?
Deus EX

Fernando, fiquei curioso para saber como será a versão japonesa do Deus Ex. Uma dúvida de leigo sobre o input: também é padrão colocar o botão círculo do PS3 como ACEITAR/OK para o Japão, em vez do botão X?


Sobre animação

Um dos jogos mais impressionantes que joguei ultimamente foi o Uncharted 2. O jogo é muito bonito e a animação é impressionante. Vocês gostaram?


Sobre o massacre X jogos

Vou repetir um comentário que publiquei no site GameReporter.

Sempre há um vilão.

Nos anos 80, eram os russos.

Nos anos 90 era o heavy metal.

Nos anos 2000, é o videogame.

Se videogame deixasse as pessoas violentas, eu seria um lutador de rua. Joguei jogos de luta a vida inteira. ;)

Concordo 100% com o Gilliard: quem tem a tendência de ser violento, será influenciado por qualquer coisa. A culpa não é da coisa, é da pessoa.

Fernando Secco disse...

Grande Marcelo.
Obrigado pelo comentario.

Sobre as mudancas para o mercado japones. Esse eh um exemplo:

http://www.computerandvideogames.com/314608/deus-ex-human-revolution-has-sexual-object-removed-in-japan/

Ai determinada cena que eh para ter um certo impacto, acaba ficando mais amena :)

Abraco.

Vinicius Lopes disse...

Bom pessoal, vou ouvir em partes pq estou super cansado, então por enqto só comentarei sobre D3.

Acho a Blizzard teve a sacada que ao invés de lançar um novo jogo a cada 1~2 anos, eles ganham MUITO mais dinheiro se cobrarem mensalidade. Acho que esse é a única razão de um empresa com, basicamente, 3 jogos, estar viva até agora. Como o Secco disse, eles estão mais preocupados com o que o player está fazendo para assim criar o jogo mais viciante possível. É triste pensar nisso pois enqto temos empresas como a Bioware e mtas outras, sempre inovando e expandindo as possibilidades, vem a Blizzard pensando apenas em dinheiro. Qdo finalmente saquei isso (enqto jogava WoW) parei de jogar na hora.

Então, dessa forma, tanto Diablo 3 como qualquer outro jogo lançado terá esse esquema de mensalidade. O grande problema é se isso se transformar em uma tendencia do mercado, pq senao daqui a alguns anos a indústria vai começar a quebrar e estagnar (na minha opinião).

Agora, esse esquema de auction house foi o grande tiro no pé. Claro, depende do modo que será utilizado, mas para um jogo como Diablo, o replay se garante através da diversao do multiplayer, porém, a partir do momento que dropar 1 item, começará a busca por dinheiro. Brigas entre players/party e até alteração no seu modo de jogo, afinal, vc vai vender seu item ou usá-lo no seu jogo?

Acho que se não tiverem limites isso pode ser o grande erro do jogo, mas só esperando pra ver.

Abraço para todos, depois retomo o podquest!

Andre Nunes disse...

Mais um super "podquest" com ótimas discussões!

Muito interessante a questão do tempo maximo para se ganhar um jogador e também todo o papo sobre HUD.

Parabens a todos e continuem assim!

Vinicius Lopes disse...

Agora sim terminei. Podquest mto bom, e o convidado trouxe bastante informação tbm, só faltou o Rafa!

Soh corrigindo o Gilliard, quem dava Round House Kick era Chuck Norris, o Van Damme só da voadora espacate 180º+ hahahaahaha

Nem vou comentar sobre o caso Noruega pq ja até cansei,rs.


Grande abraço pra todos

Fabiano Pimenta disse...

Opa, mais um PodQuest super bacana. Gostei muito da participação do Igor de Castilho e concordo com a comparação cinema/Goddard com games/Demon's Souls. As mídias evoluem e os saudosistas serão sempre saudosistas.

Legal também ter uma discussão mais profunda sobre a mudança de jogos digitais mobile de Premium para Freemium. As empresas estão testando os mercados aos poucos, como a Epic está testando um modelo Freemium do Infinity Blade apenas no mercado japonês. E, com o mercado de jogos em plena mutação, é bacana observarmos quais os caminhos que estão dando certo e quais não têm agradado tanto assim.

E parem de descer o pau na Gameloft! Coisa feia. Humpf.

>:(

Um abraço,
Fabiano