terça-feira, 3 de março de 2015

PodQuest #91: Entrevista de Emprego ao Contrário



No episódio de hoje: Game of Thrones e uma discussão sobre o que o candidato a uma vaga na indústria de games deve procurar na empresa que está tentando contratá-lo.

PodQuest #91: Entrevista de Emprego ao Contrário
(clique para ouvir, ou botão direito, depois "salvar como" para baixar)

Adicione o feed e tenha todos os episódios quando quiser!
http://feeds.feedburner.com/doublejump/podquest
No iTunes, vá em "Advanced - Subscribe to Podcast" e cole o endereço acima.

Ouça e comente! Se preferir, entre em contato por e-mail em contato at podquest dot com dot br, na nossa página no Facebook, ou pelo Twitter em @PodQuestBR.

9 comentários:

leoguitar disse...

baixando agora, ainda não ouvi mas já gostei, ótimo tema!!! sei que o post é meio inútil, mas fiquei muito feliz ao ver o título! depois posto os comentários.

Marcelo Martins disse...

Quer dizer que faz menos frio em Helsinki do que no Canadá? Ô meu deus...

Eu acho que a direção que a Telltale está experimentando desde o Walking Dead é bem legal. A história realmente é o ponto principal do jogo. Como o universo de Game of Thrones é bem rico, acredito que eles tenham feito um bom trabalho. Vou conferir.

A reflexão do episódio é bem interessante. Certamente, os funcionários é que fazem a empresa e manter todo mundo estimulado durante muito tempo é um grande desafio. A questão é que muitas empresas prometem coisas na hora da contratação que nem sempre acontecem depois. Além disso, as empresas mudam e o funcionário também precisa se adaptar pra não sofrer demais.

Empresas grandes são mais lentas e menos flexíveis, mas as empresas pequenas têm o problema de "ser a cara do dono" e no dia em que ele acordar de mau humor, todo mundo sofre.

O ideal é que o funcionário seja motivado sem muita necessidade de estímulo externo. Já que é difícil esperar muito das empresas, por mais vanguardistas que elas sejam.

Halph Goncalves De Moraes Jandre disse...

Excelente Podcast como sempre ,e me fez lembrar da época do lançamento do Ryse que teve muito polêmica por conta das horas extras abusivas . E a trilha que toca é do Gears of wars ,jogão !!!

DN@ disse...

Bom tema, bom episódio. Ainda preferiria episódios mais longos, mas entendo os motivos que os fizeram encurtar o programa.
Não sei o quão viável é para vocês investirem em edição, mas acho que a adição de uma vírgula sonora para transição dos tópicos deixaria o programa mais fluído.

De qualquer maneira, continuem com o ótimo trabalho/hobbie, abraços de um fã.

A resposta do recém criado "qual é a música podquest edition" (ma-oe hihihaha):
https://www.youtube.com/watch?v=ILKRuKuMrgk&ab_channel=gamesoundtrack

Dalton disse...

Excelente programa!

Concordo com o DN@, acho interessante a tal da "vírgula", mas também entendo as limitações por o podquest ser um hobby (mas que ficou bem "profissa" ao longos anos)

Estou ainda revendo os episódios antigos. E acho válido a diminuição de tamanho dos episódios, fica mais dinâmico com o tempo das pessoas, porém de certa forma os episódios maiores tem seu ponto positivo.

Talvez em algumas semanas, quando o tempo de vocês permitir e o assunto for interessante poderíamos ter "programas add-ons"?
Acho muito legal nos programas antigos, quando o assunto se desenvolve mais lentamente, sem amarras...

No mais, o PodQuest tá de parabéns, um ótimo serviço comunitário. Tô indicando horrores aqui na Unesp Rio Claro!

Abraços!

Marlon Felipe Piloni disse...

Meu deus... tudo o que foi dito no Podcast, é um SONHO para mim! Quero ser valorizado na minha área, não ficar dando murro em ponta de faca aqui no Brasil. Por favor, vocês poderiam avaliar os meus trabalhos e me dizer se tenho alguma condição de tentar imigrar para o Canadá? Muito obrigado por tudo.

lon.piloni@gmail.com
https://www.artstation.com/artist/marlonpiloni
https://www.behance.net/lon

Fernando Secco disse...

@Marlon

Fiquei um pouco decepcionado com sua raacao. Acho que teriamos que pensar em como melhorar as empresas do Brasil, por isso mostramos aqui um outro ponto de vista.

Lembre-se tambem que da para generalizar. Note que isso eh comum em industria de entertenimento, aonde as pessoas passam bastante tempo dentro das empresas. Nao acredito que seja verdade para qualquer empresa.


Sobre imigrar, quem tem que avaliar eh o governo canadense :).

Brauller disse...

Parabéns pelo podquest =)

Obrigado pelo esclarecimento. Vou estudar mais para um dia ingressar em uma industria de games que valorize os seus colaboradores.

Neruvous disse...

Gears of Wars , fácil.

O tema foi excepcional. Esses dias meu patrão me jogou na cara, de que era a Empresa que me sustentava. Mas em meus pensamentos, eu penso que sou eu é que me sustento. Facilmente eu poderia deixar a empressa e partir para outra. Uma pena que no Brasil as empresas não valoziram seus funcionarios, pelo menos nesse sentido de tratar como gente.
Se eu fosse o Ceo de alguma empresa de games, ligaria para vocês que estão no frio e diria: Venha para a ..xxx.. nós temos uma lareira rs.

Obrigado novamente por fazer o Podquest, é uma grande companhia nos momentos de chatiação, como filas e trânsito. Valeu mesmo.